© Pedro Jarnac de Freitas

© Pedro Jarnac de Freitas

Londres dispensa apresentações. Movimentada, animada e cosmopolita, a capital do Reino Unido é um dos locais mais visitados do planeta. Fique atento e tome nota, pois revelamos as melhores dicas e segredos para um dia ideal nesta cidade. Eis Londres como nunca a viu.

Antes de partir, reserve um quarto no EasyHotel em Victoria. Esta aposta da EasyJet oferece-lhe quartos muito centrais a preços realmente baixos.

Assim que aterrar, dirija-se a uma papelaria e compre a Time Out London. Com sugestões úteis sobre concertos, exposições ou restaurantes, esta revista tornará a sua estadia ainda melhor. Aproveite também para comprar o Oyster Card, à venda em qualquer estação de metro, que lhe permitirá viajar em todos os principais transportes ao melhor preço.

De manhã cedo, dirija-se a Brick Lane e pare na Beigel Bakery para provar os melhores bagels da cidade. Enquanto toma o pequeno-almoço, aproveite para planear o seu dia. Além das sugestões que aqui lhe apresentamos, é obrigatório visitar o clássico Hyde Park, os incontornáveis Big BenLondon Eye ou o pitoresco Portobello Market.

Ainda em Brick Lane, não pode perder o Brick Lane Market – um dos mais famosos e movimentados mercados londrinos – e a Rough Trade, uma loja de música que ganha pelo ambiente, pela vasta coleção que disponibiliza e pelo simpático café que, entre muitas outras coisas, vende leite de chocolate UCAL.

© Pedro Jarnac de Freitas

E porque em Londres existe arte em todo o lado, sugerimos que faça um desvio até Canary Wharf, onde pode admirar a maior pintura em três dimensões do mundo. Surpreendentemente real, a obra de Joe Hill mede mais de mil metros quadrados.

Visite, de seguida, o Imperial War Museum. Fica do outro lado do rio, mas a travessia vale a pena – não só poderá admirar Londres de uma perspetiva diferente, como este é o museu ideal para quem gosta de história. 

Para os amantes de compras,King’s Road é obrigatória. Situada em Chelsea, está recheada das melhores lojas, com produtos para todos os gostos.

Antes de almoçar, conheça a National Portrait Gallery, onde encontrará retratos de personalidades nascidas entre o século XVI e os nossos dias, que marcaram a história, tais como Mick Jagger ou Andy Warhol.

Numa cidade tão multicultural como Londres, desafiamo-lo a almoçar no Archipelago. Mesmo ao pé da National Gallery, serve uma ementa que inclui pratos exóticos como crocodilo e canguru. Dispa-se de preconceitos e entregue-se a esta viagem de sabores.

À tarde, continue no espírito da fantasia e vá até King’s Cross. Procure a plataforma 9 ¾ e tire uma fotografia junto ao carrinho de malas, atravessando a parede tal como fez Harry Potter para apanhar o comboio até Hogwarts, a famosa escola de magia e feitiçaria.

Visite também o museu de cera Madame Tussauds, onde convivem figuras em tamanho real, das mais variadas áreas. Conviva com políticos, músicos ou atores, neste museu que é já um ícone das cidades onde está estabelecido.

Apanhe o metro e vá até Camden Town, onde poderá visitar o Museum of Everything e explorar o Camden Market, outro dos vários mercados de rua que se espalham pela cidade.

© Pedro Jarnac de Freitas

Para um fim de dia ideal, apanhe o barco e vá até Greenwich. O passeio é muito agradável e permitir-lhe-á conhecer um outro lado de Londres. Há vários restaurantes agradáveis em Greenwich, mas sugerimos que regresse ao centro de Londres e jante perto de Hyde Park. No Corus Hotel, o restaurante Le Bel Canto tem à sua espera os melhores pratos da cozinha francesa, com uma surpresa agradável: os empregados de mesa são estudantes de música e, de vez em quando, param o que estão a fazer para cantar uma ária de óperas tão conhecidas como Carmen, La Traviata ou La Habanera.

Depois de jantar, e porque Londres nunca dorme, sugerimos que se deixe ir na diversão noturna. O KOKO é uma discoteca construída num teatro antigo, onde poderá desfrutar de música ao vivo ou relaxar no terraço superior. Já o Book Club é um bar/discoteca vintage de dois andares: no primeiro joga-se snooker ou ping-pong; lá em cima, no entanto, “dança” é a palavra de ordem.

No caso de nenhuma destas opções lhe agradar, seguramente o Café 1001 o fará: situado em Brick Lane, é um espaço alternativo onde se ouve todo o tipo de música e que fica aberto até de madrugada.  

Artigos Relacionados: Londres de todas as coresLondon Calling e As cidades mais agitadas do Mundo

Verifique o tempo antes de viajar com o MSN Meteorologia

_________________________

Este conteúdo foi produzido por alunos da cadeira de Comunicação Digital do curso de Comunicação Social da Universidade Católica Portuguesa, ao abrigo do protocolo entre a Universidade e o MSN Portugal.